Como trabalhar na Irlanda
Como trabalhar na Irlanda

Como trabalhar na Irlanda?

Qual o método mais indicado para quem deseja trabalhar na Irlanda?

O que precisamos fazer para conseguir trabalhar na Irlanda de forma correta, ou seja, dentro da Lei?

Existe uma quantidade considerável de brasileiros trabalhando na Irlanda?

Vale a pena ir para a Irlanda trabalhar olhando pelo lado financeiro? E quanto ao intercâmbio?

Trabalhar fora do Brasil sempre foi o sonho de muitos dos brasileiros. O principal país escolhido sempre foi os Estados Unidos da América, devido a forte moeda que o Estado possui e a qualidade de vida acima da média, por mais que o índice de criminalidade ainda seja razoavelmente alto e o país estar sempre estar envolvido em meio a guerras pelo mundo.

Porém, esse cenário vem mudando consideravelmente.

E por que dizemos isso? Porque a moeda norte-americana vem perdendo força com o passar dos anos, com os pacotes trilionários de “incentivo à economia” executados pelo Governo presente e que acaba gerando uma inflação exorbitante, com os preços dos produtos aumentando a cada dia que passa.

Dessa forma, outros países surgem no radar de quem quer trabalhar fora do Brasil, seja pela experiência incrível de conhecer uma nova nação e sua cultura, ou seja pela possibilidade de receber um valor muito maior pelos serviços prestados do que se continuasse trabalhando aqui no Brasil. Países como Canadá, Austrália e Irlanda são os mais escolhidos pelos brasileiros.

É por isso que, no conteúdo de hoje, vamos ensinar a você algumas dicas de como trabalhar na Irlanda, seja para conhecer o país de forma mais completa ou então realmente para faturar uma grana. Leia conosco e saiba mais detalhes sobre o assunto, vamos lá!

 

Intercâmbio: a forma mais fácil de trabalho na Irlanda

Como trabalhar na Irlanda? Bem, o método mais fácil de conseguir um emprego na Irlanda é através da realização de um intercâmbio cultural.

Caso não saiba, em um intercâmbio cultural você viaja para um país distante, onde aprende a língua nativa em um curso com duração de 20 horas semanais ou menos, além de decidir quanto tempo vai ficar e se deseja trabalhar ou não.

Existem diversos países que recebem brasileiros que desejam fazer intercâmbio, como Argentina, Espanha, Chile e outros para quem deseja aprender espanhol, os próprios Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Canadá e Irlanda para quem deseja aprender inglês, França e também Canadá para quem deseja aprender francês, e assim por diante.

O interessante do intercâmbio é que, como mencionado, além de estudar durante algumas horas semanais, você pode trabalhar para pagar seu gasto com o intercâmbio e ainda faturar uma grana considerável. Dessa forma, você viaja, aprende uma nova língua, conhece uma nova cultura e de quebra volta pra casa com os bolsos cheios.

Para fazer um intercâmbio, você deve:

  • Ter um passaporte;
  • Estar com sua documentação em dia;
  • Não dever para o Estado (Receita Federal, por exemplo);
  • Não ter sido extraditado pelo país que deseja visitar;
  • Encontrar uma agência de intercâmbio que faça a intermediação de sua viagem > pagar pelo intercâmbio > fazer suas malas e viajar.

 

Outras formas de trabalhar na Irlanda

E como trabalhar na Irlanda sem ser através de um intercâmbio? Apesar de o intercâmbio ser uma boa escolha, ele tem data pra acabar. Acontece que você nunca irá receber o mesmo que alguém que consegue um trabalho fixo no país, já que essa pessoa não tem tantos gastos já de saída.

Existem sim outras formas de trabalhar na Irlanda, mas essas são um pouco mais restritas. Não dizemos restritas quanto à entrada de brasileiros no país, visto que o mercado de trabalho é escasso em mão de obra e precisa cada vez mais de trabalhadores qualificados. Mas é aí que está o problema: a mão de obra deve ser qualificada.

A forma mais fácil de trabalhar na Irlanda é encontrar algo na área em que você é formado. Dificilmente você conseguirá um emprego mais informal com um contrato de trabalho fixo, como atendente de uma loja, fazer cachorro quente, pintor nas horas vagas, etc. Esses trabalhos são designados a estudantes de intercâmbio ou aos próprios irlandeses.

Porém, como é um país que está em constante crescimento (é a economia que mais cresce na Europa, principalmente na área de tecnologia), precisa de muitos trabalhadores qualificados.

Portanto, a nossa recomendação é que faça um estudo mais aprofundado de empresas da área de sua formação que esteja precisando de funcionários, mande um currículo e aguarde respostas.

 

Área de TI: a que mais cresce na Irlanda

A área de Tecnologia da Informação ou da Tecnologia em geral é a que mais cresce na Irlanda. O país precisa cada vez mais de mão de obra qualificada de programadores e outros profissionais que se assemelhem a essa profissão. Portanto, caso deseja se aprofundar em uma área para conseguir um emprego na Irlanda, esta é a mais correta. Até a próxima!