O cuidado diário dos pés são todas as atividades que você pode realizar por conta própria para manter o bom estado, a aparência e a saúde da pele e das unhas. Essas etapas não são difíceis.
O cuidado diário dos pés são todas as atividades que você pode realizar por conta própria para manter o bom estado, a aparência e a saúde da pele e das unhas. Essas etapas não são difíceis.

O cuidado diário dos pés são todas as atividades que você pode realizar por conta própria para manter o bom estado, a aparência e a saúde da pele e das unhas. Essas etapas não são difíceis.

No entanto, você precisa se lembrar de ser regular e evitar erros, que – embora pareçam triviais – podem contribuir para muitos problemas. Confira nossas dicas para cuidados diários com os pés.

5 dicas de cuidados diários com os pés

1. Lavagem diária dos pés

Os pés devem ser lavados diariamente. É melhor fazer isso sob água corrente. A imersão por muito tempo faz com que a pele se solte, o que pode danificá-la. Para o cuidado, use um agente de limpeza que contenha ingredientes necessários para a pele (por exemplo, vitaminas, ácido pantotênico, extratos de ervas).

Após a lavagem, você precisa secar bem os pés – especialmente os espaços entre os dedos. Esta operação deve ser feita com cuidado. Evite esfregar a pele excessivamente com uma toalha.

2. Aplicando um creme hidratante

Após o banho e a secagem dos pés, aplique um creme hidratante. É importante que se trate de um cosmético destinado apenas a esta parte do corpo. Essas preparações contêm ingredientes necessários para a pele dos pés. Estas não são apenas substâncias muito hidratantes, mas também reduzem a transpiração excessiva.

3. Corte adequado de unhas

As unhas dos pés não devem ser cortadas muito curtas. Você também deve ter cuidado para não deixar arestas afiadas que podem esfregar contra a pele e, portanto, danificá-la. É bom fazer o tratamento depois do banho, porque aí a lâmina ungueal fica mole. Muitos especialistas recomendam que você substitua os cortadores e tesouras por uma lixa de unha.

4. Usando sapatos confortáveis

O calçado bem ajustado é um dos aspectos mais importantes a que uma pessoa que cuida dos seus pés deve prestar atenção. Sapatos masculinos justos, feitos de materiais artificiais, com sola muito rígida e ponta estreita, promovem infecções, formação de calosidades e unhas encravadas. Eles também podem atrapalhar a biomecânica da marcha, o que resulta em problemas no sistema locomotor.

O calçado deve ser: confortável, ajustado ao tipo de atividade (diferentes calçados para caminhadas cotidianas e diferentes para esportes), suficientemente largo, feito de materiais naturais.

Também vale a pena considerar a implementação de palmilhas ortopédicas individuais, graças às quais será restaurado o correto posicionamento do pé e a biomecânica da marcha.

5. Vigiando regularmente seus pés

As inspeções regulares dos pés podem detectar todos os tipos de anormalidades. Isso possibilita a implementação de ações em um estágio inicial.

Em vigor o tratamento da doença não requer o uso de métodos complicados ou invasivos, o tratamento da doença leva menos tempo, os custos do tratamento não são altos, não há complicações, é possível evitar dores desnecessárias, você não precisa abandonar suas atividades diárias ou esportes por muito tempo.

O dorso e a sola dos pés, bem como os espaços entre os dedos, devem ser inspecionados cuidadosamente. É uma boa ideia usar um pequeno espelho para ver os locais de difícil acesso.

 

De que outra forma cuidar dos seus pés?

O cuidado diário dos pés é importante, mas os tratamentos profissionais não devem ser esquecidos. Portanto, você deve informar regularmente sobre a visita ao podólogo e ao pedicure.

É um tratamento profissional durante o qual a hiperceratose será limpa, as hastes periungueais e a sola do pé serão preparadas. Vale lembrar que não é aconselhável fazer você mesmo em casa devido ao alto risco de lesões cutâneas.

O sapato correto também é um cuidado necessário com os pés, por isso se atente ao comprar um. Calçados mal ajustados causam doenças não só nos pés, mas em todo o sistema motor. Além disso, pode causar lesões e calosidades dolorosas. Seu tratamento é longo e caro. Veja como escolher os sapatos certos.

Tamanho correto do sapato

Pode parecer que escolher o tamanho certo de sapato não deve ser um problema. Enquanto isso, acontece exatamente o oposto. Às vezes cometemos alguns erros que fazem com que o calçado não caiba bem. Assim, há desconforto ao usar e aumenta o risco de doenças desagradáveis.

Como ajustar o tamanho dos sapatos? Em primeiro lugar, é recomendável ir à loja no período da tarde. Então o pé fica um pouco inchado (devido ao cansaço e à temperatura). Então, o risco de escolher sapatos muito pequenos, que pressionam e esfregam no final do dia, é reduzido.

O pé nos sapatos deve ser estável. Ele não pode voar para a frente e de um lado para o outro enquanto caminha. Se acharmos que o calçado está muito apertado na fase de medição, temos que escolher um tamanho maior. É comum um pé ser ligeiramente maior que o outro. O tamanho do sapato deve ser ajustado a ele.

E se comprarmos sapatos em uma loja online? Devemos ficar em pé sobre um pedaço de papel com os pés descalços e delinear sua circunferência (é melhor fazê-lo à tarde). O próximo passo é medir a distância até os pontos mais distantes. Você precisa adicionar 0,5 cm ao resultado obtido. As lojas online possuem uma tabela em que o número de centímetros pode ser traduzido no tamanho do calçado.

Material arejado

O calçado deve ser feito de um material respirável. A ventilação adequada evita odores desagradáveis ​​e umedecimento excessivo dos pés. Deve-se lembrar que um ambiente úmido promove o desenvolvimento de patógenos.

Principalmente os fungos que causam o pé de atleta – uma doença com sintomas desagradáveis ​​e tratamento de longo prazo. Sapatos de couro natural são recomendados. Camurça e algodão também funcionam bem.

Palmilhas ortopédicas individuais

Cada um de nós tem um pé diferente. É por isso que às vezes é difícil combinar os sapatos da loja. Isso significa que você tem que cancelar sua compra? Nem sempre. Palmilhas ortopédicas individuais podem ajudar. Eles são feitos sob encomenda após exame prévio dos pés e análise por computador.

Palmilhas ortopédicas individuais:

  • reduz a fadiga dos pés,
  • reduz a tensão muscular,
  • mantém as articulações em sua posição fisiológica,
  • estabiliza o calcanhar,
  • previne valgo do calcâneo,
  • amortece o meio-pé,
  • reduz a sobrecarga,
  • previne deformidades nos pés,
  • previne doenças de dor.

 

Além disso, aumentam o conforto durante a prática de esportes. Portanto, eles podem ser feitos até mesmo para calçados esportivos.