Direito digital

Saber o que uma assessoria de Direito Digital realiza é a dúvida de diversos estudantes da área legal. Logo, veja mais sobre o tema agora!

Atualmente, o mercado virtual está mais em alta do que nunca. Portanto, entenda melhor os detalhes sobre o funcionamento de uma assessoria de Direito no mundo digital. Confira e tenha uma excelente leitura!

Entenda ao certo o que faz uma assessoria de Direito Digital

Primeiramente, saiba que uma assessoria de Direito Digital atua como uma espécie de regulamentador. Bem como, também como normatizador das relações que acontecem dentro do mundo digital.

Ou seja, é necessário que as relações jurídicas online sigam normas e regras. Isso se dá com o desejo de impedir a prática de ações criminosas e também desrespeitosas no mundo online.

Sendo assim, nos dias atuais a principal normatização que trata de direitos e regras no ambiente virtual no nosso país é o Marco Civil da Internet. Disposto pela Lei número nº 12.965, de 23 de abril de 2014.

Como atuar neste mercado?

Agora você já sabe o que é uma assessoria de direito do mundo digital. Logo, entenda melhor como é possível que advogados atuem nesse mercado. Acompanhe!

Consultoria para empresas e pessoas físicas 

Antes de mais nada, uma das principais áreas de atuação de um advogado da assessoria de Direito Digital é em relação à consultoria.

Nesse sentido, é possível que este profissional ofereça suporte para:

  • Empresas;
  • E-commerces;
  • E até mesmo para YouTubers, streamers e influenciadores.

Uma vez que com assessoria especializada tais profissionais e empresas podem agir de forma a impedir que haja futuros problemas online.

Área criminal

Sob o mesmo ponto de vista, advogados que estão na área de assessoria do ambiente virtual também podem atuar diretamente em processos criminais. Conhecidos como cibercrimes. Dentre os principais crimes virtuais podemos destacar:

  • Hackeamento de dispositivos eletrônicos;
  • Sequestro de dados;
  • Roubo de informações privadas;
  • Malwares e vírus.

Elaboração de contratos

Publicidades e parcerias entre empresas e influenciadores é algo cada dia mais comum. Dessa forma, contar com um contrato bem escrito e bem elaborado é fundamental.

Nesse sentido, a criação de documentos juridicamente corretos é fundamental. Tanto para as empresas patrocinadoras, como também para as pessoas físicas que são influenciadores.

Por isso, é cada vez mais comum no mercado digital a necessidade da confecção deste tipo de documento. Desse modo, ele possui como finalidade principal proteger juridicamente tanto empresas como também as pessoas prestadores de serviços.

Ademais, startups, comércios online e fornecedores de serviços 100% digitais e que só possuem contratos no ambiente virtual precisam que este documento esteja dentro da lei. E, claro, que também sejam regulamentados sob o Marco Civil da Internet.

Como tudo isso é relativamente novo, é importante ficar de olho nesse tipo de documento. Bem como, vale pontuar que apenas um advogado especializado em Direito Digital consegue fazer um documento seguro e 100% legal.

É estudante de direito? Entenda como ingressar na área!

Se você é estudante de Direito e curtiu conhecer um pouco mais sobre Direito Digital, entenda que para ingressar nessa área é necessário desenvolver algumas habilidades. Tais como:

  • De antemão, é necessário ter um bom conhecimento da área jurídica virtual. Bem como, também da área de tecnologia;
  • Nesse sentido, é muito interessante conhecer alguns termos e conceitos essenciais sobre o assunto virtuais. Como: Blockchain, IoT (Internet das Coisas), Analytics, Big Data, etc.
  • Ademais, um advogado que se especializa em Direito Digital deve saber muito sobre tecnologia. E também ter conhecimento em línguas estrangeiras é importante (principalmente em inglês);
  • Além disso, fazer cursos como Tecnologia da Informação( TI) ou Data Science é um excelente diferencial.

Leia livros sobre o assunto

Advogados formados que desejam entrar nesta área e ficar mais por dentro deste tema, precisam ler alguns livros! Desse modo, temos dicas de 4 livros sobre o assunto. Veja:

  • Direito Digital Aplicado, por Patrícia Peck;
  • Proteção de Dados Pessoais, também pela especialista Patricia Peck Pinheiro;
  • Fundamentos do Direito Digital, por Marcel Leonardi;
  • Bens Digitais, por Bruno Torquato Zampier Lacerda;

Conclusão

Por fim, é bom pontuar que trabalhar nessa área do Direito é uma boa. Uma vez que o mercado está cada vez mais em crescimento. 

Além disso, será cada vez mais comum que empresas e pessoas necessitem de:

  • Algum tipo de consultoria;
  • Ajuda para elaboração de contratos;
  • Ou até mesmo para atuação contra crimes virtuais, dentre outros serviços.

Logo, um advogado da área de assessoria de Direito Digital terá cada vez mais procura. Tanto por empresas, como por pessoas físicas.

Compartilhe este conteúdo com estudantes de Direito e navegue pelo nosso portal para ler mais sobre carreiras e profissões!