257c31e5-403d-44e3-86cd-688dedddd67e

Resenha: Hugo e Rose

Aos 6 anos de idade, Rose sofreu um acidente de bicicleta e ficou em coma por 5 dias. A partir de então, ela sonha todas as noites que está em uma ilha, vivendo aventuras com um menino chamado Hugo.  Em seus sonhos, Rose é linda, forte e destemida, totalmente o contrário do que é na vida real.

São esses sonhos que a libertam todas as noites de uma vida sem graça, baseada em fraldas, casa e marido. Atualmente, na meia-idade, Rose leva uma vida pacata ao lado do marido Josh e dos três filhos: Isaac, Adam e Penny. Sua vida tem tudo para ser perfeita, um marido apaixonado, três filhos maravilhosos, uma casa linda e uma situação financeira estável. Mas, tudo isso é muito monótono em comparação às incríveis aventuras que vive na ilha, ao lado de Hugo.

“Que importância tem os sonhos de uma dona de casa?”

Entretanto, Rose vê sua vida mudar totalmente diante dos olhos, quando, por acaso, ela encontra Hugo, o mesmo dos seus sonhos, na vida real. Então, realidade e fantasia começam a se misturar ao ponto de se tornar difícil separá-los. Sentimentos conflituosos começam a dividi-la e ameaçam destruir sua família.

Descobri o livro, um dia, procurando por outros livros na Submarino e me apaixonei pela capa. Quando li a sinopse, fiquei atraída por ele, achei fascinante. Então, passeando um dia por uma Loja Americanas, o encontrei em promoção e aí já viu, né?! Comprei!

Bom, sabe aquele ditado “não compre um livro pela capa”?! Devo dizer que, esse livro me fez pensar em ouvir mais esse conselho. Não digo que detestei a leitura, ou que tal não tenha sido prazerosa, mas, é o tipo do livro que não leria novamente.

A história gira em torno, basicamente, do grande conflito que vivemos com o que somos e aquilo que queríamos ser. Acho (acho!) que a autora, Bridget Foley, quis nos despertar para que possamos valorizar mais aquilo que temos e que somos, do que a insatisfação de não ter ou ser o que desejamos.

Entretanto, apesar de ser uma linda filosofia para se abordar em um livro, fiquei muito confusa com a história e achei entediante. No início, a história parece aquele tipo de romance que aquece o coração. Depois, achei que se tratava de fantasia. Mas, por fim, ainda temos um suspense bem interessante.

O livro não conseguiu prender minha atenção totalmente, o que me fez abandonar a leitura diversas vezes, logo após pegar o livro. Creio que só finalizei a leitura, pois fiquei tão chateada de ser decepcionada por um livro, que tinha tudo para ser lindo, que fui arrastando e me convencendo de que o final iria valer a pena. E, apesar de o final ter sido bem inesperado, para mim, não valeu a insistência.

Bom, Hugo e Rose é um livro que mistura romance, aventura, fantasia e suspense. Apesar de não ter gostado da leitura, ainda sim, a indico porque gosto é algo extremamente particular e não desmereço a capacidade da autora, pela narrativa que desenvolveu e como a envolveu. Para quem não conhece, Bridget Foley é autora do livro e possui outro livro intitulado Marc Jacobs, ainda não traduzido no Brasil.

Título: Hugo e Rose

Autor: Bridget Foley

Editora: Agir

Páginas: 368

Encontre por aí: Amazon | Saraiva

 

comments

Uma futura bióloga, perdida em livros e apaixonada por escrever.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *