imperfeito robson gabriel resenha

Resenha: Imperfeito, de Robson Gabriel

 Daniel tem 18 anos e um turbilhão de sentimentos e dúvidas. O garoto sempre sentiu-se diferente, mas nunca aceitou – ou entendeu – verdadeiramente sua própria vida, seus próprios sentimentos. O final do ensino médio deixou-o ainda mais preocupado com o fato de ser homossexual e lidar com seu verdadeiro eu não será nada fácil.

 Novo lugar, nova rotina, novas pessoas. Mudanças quase sempre vêm acompanhadas de medos e incertezas e, para Daniel, não é diferente. O medo que sente em ter que se assumir para o mundo o assusta e guia suas ações. E isso apenas piora a situação.

 “Minha mente está definitivamente caótica como o trânsito de São Paulo”

 Logo no início das aulas e o começo de sua vida adulta, ele conhece pessoas que o farão pensar diferente e questionar a si mesmo, desde seus pensamentos até suas atitudes.

 Agora caberá a Daniel, em meio ao preconceito e a insegurança, decidir seu caminho: aceitar-se ou viver a vida que alguém quer que ele viva.

 Imperfeito é, sem dúvidas, uma história que precisa ser lida. É sobre entender e aceitar quem somos, sobre lidarmos com nossos problemas.

 Daniel, o garoto promissor, astro jogador de futebol, tem medo de ser quem ele realmente é; medo de ser julgado, de ser atacado por simplesmente ser quem é. Suas ações são guiadas pela “vontade” de esconder tudo de todos, o que afeta não apenas sua vida, mas a daqueles que se encontram ao seu redor. O garoto é, por vezes, imaturo e egoísta e, por mais que o leitor entenda seus motivos, não irritar-se com algumas de suas atitudes é quase inevitável.

 Ainda, Imperfeito não é um livro feito apenas de protagonista: todos os personagens tem papel importante nesta história. Se de um lado temos quem apoie e conheça Daniel, temos quem o despreze, quem o faz sentir-se mal por ser quem é. Seus amigos, seus amores, sua família, todos são partes fundamentais de um grande quebra cabeça.

 Embora seja uma obra de ficção, Robson Gabriel não esconde do leitor a realidade: o preconceito existe e mata pessoas diariamente. Daniel é fictício, mas sua história não é. Muitos jovens enfrentam os mesmos problemas que nosso protagonista e não recebem amparo. E é por isso que ele precisa ser ouvido e sua história precisa ser contada.

 Em suma, Imperfeito não é uma obra perfeita; apresenta, sim, suas falhas – como a constante impressão de que as pessoas apenas brincam umas com as outras e que nada nem ninguém tem importância, embora seja exatamente o contrário. No entanto,  conta uma história que merece espaço e reconhecimento. É sobre insegurança, sobre duvidas e, acima de tudo, sobre a coragem que precisamos ter para levantar todos os dias e sermos quem somos.

 

 Título: Imperfeito

Autor: Robson Gabriel

Páginas: 224

Editora: Astral Cultural

Encontre por aí: Americanas | Submarino | Amazon

*livro cedido para o Booktour

comments

Amante de Sherlock Holmes e viagem no tempo, de vez em quando grava uns vídeos para o youtube.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *