Crítica: Tudo e Todas as Coisas | Filme

Arrisque tudo. Por amor. Tudo e Todas as Coisas – Filme

tudo e todas as coisas critica

 Crítica em vídeo disponível em nosso canal no youtube!

 Baseado no romance de Nicola Yoon, Tudo e Todas as Coisas nos apresenta Maddy e sua doença rara que a impede de sair de casa. Madeline nunca vira o mundo como ele realmente é, apenas por livros e o que ela encontra na internet. As únicas pessoas com quem ela mantém contato são a mãe, a enfermeira Carla e sua filha, Rosa.

 Por conta dessa doença, uma simples poeira pode desencadear uma série de alergias e matar Maddy. Assim, seus são todos iguais: desenhos, livros, cursos on-line.

 No entanto, as coisas ficam diferentes quando os vizinhos da casa da frente se mudam e Maddy conhece Olly. Os dois trocam e-mails e conversam pela janela, mas Madeline começa a se questionar sobre sua situação. Ela quer conhecê-lo. Pela primeira vez em dezoito anos, ela gostaria de quebrar as regras e conhecer Olly de verdade. O problema: ela colocaria a sua vida em risco por um amor?

Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.

EVERYTHING EVERYTHING

Amandla Stenberg e Nick Robinson fazem parte de Tudo e Todas as Coisas como se realmente fossem Maddy e Olly. Como a trama é centrada em Maddy e seu curto circulo de conhecidos, os dois atores ganham muito destaque e cumprem seu papel. Nós temos uma Maddy que entende sua condição e luta todos os dias para ser o mais feliz possível; e Olly, um garoto que sobrevive aos problemas familiares (graves) e se estabelece em uma nova cidade.

 Ana de la Reguera dá vida e graça à enfermeira Carla enquanto Anika Noni Rose encara a superproterora-mãe-de-Maddy.

EVERYTHING EVERYTHING

 Trabalhar com adaptações não é fácil, uma vez que colocar todos os detalhes de uma obra em um longa metragem de duas horas não seria viável. No entanto, Tudo e Todas as Coisas consegue ser noventa por cento fiel a obra, respeitando diálogos e enfatizando mensagens que Yoon quis passar aos leitores. Com imagens leves e coloridas, o longa de Stella Meghie não chega a ser apenas “mamão com açúcar”, nos revelando o romance emocionante e bem construído.

 Um aspecto importante do filme, que deve agradar os leitores, é a forma como a troca de mensagens entre Maddy e Olly é apresentada – elas não ficam apenas no escrito. Com uma trilha sonora de chamar a atenção, Tudo e Todas as Coisas nos traz um romance capaz de agradar aos fãs do livro e atrair um novo público. É, sem dúvidas, um filme cinco estrelas.


tudo e todas as coisas você é tão livroTítulo: Tudo e Todas as Coisas

Original: Everything, Everything

Direção: Stella Meghie

Elenco: Amandla StenbergNick Robinson,  Ana de la Reguera, Anika Noni Rose

Distribuidora: Warner Bros. Pictures

Trailer: aqui

Amante de Sherlock Holmes e viagem no tempo, de vez em quando grava uns vídeos para o youtube.

comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *