véu do tempo

Resenha: Véu do Tempo, de Claire R. McDougall

Conheça “Véu do Tempo”, romance de Claire R. McDougall!

véu do tempo

 Em Véu do Tempo, temos Maggie, uma mulher que sofre de epilepsia. Seus remédios ajudam, mas a dor de ter perdido a filha para a mesma doença não a deixa viver em paz. Após se separar do filho e do marido, que inclusive a culpa pelo que aconteceu a menina, Maggie se muda para Dunadd, Escócia, onde tudo parece mais calmo.

“Eu vim para cá porque estou com medo de seguir em frente, e o tempo passa mais devagar aqui.”

 As coisas, no entanto, mudam quando Maggie se vê no meio do século VIII. Quando tem convulsões, Maggie sonha com a Dunnad medieval. Sonhos esses que parecem reais.

 Em meio a “caça as bruxas” da época, Maggie acaba conhecendo Fergus, o enigmático e marcante irmão do rei. Com o passar dos dias e das alucinações, Maggie ficará dividida entre a pacata vida real e os mistérios de séculos atrás.

véu do tempo claire mcdougall

“A vida da muito trabalho, entretanto, não temos outra escolha a não ser levá-la.”

 Nessa história, conhecemos Maggie e o que ela tem para nos contar. Após perder a filha e ser culpada pelo marido de algo que ela realmente não teve culpa, sua vida não faz mais sentido. Embarcar para um outro lugar, ver novas coisas e encarar a vida com outros olhos era a melhor solução. No entanto, as coisas se complicam quando ela se vê ao lado de Fergus no século VIII.

 Maggie estuda a Escócia, sua história e, principalmente, a situação de mulheres que eram acusadas de praticar bruxaria no país. De tanto manter contato com a história, sua vida se tornou a própria; dividida entre presente – e a chance de ter uma vida, talvez, normal- e passado – um amor que a intriga e a deixa bem. Há, nas mãos de Maggie, uma grande decisão.

 Os personagens secundários, como Oliver, ex-marido de Maggie, Graeme, o filho do casal e Jim, amigo que ela conhece na Dunnad atual, são tão bem construídos quanto os principais. Tanto personagens quanto cenários recebem sua devida importância na obra.

“Nenhuma porta se fecha sem que outra se abra.”

 Véu do Tempo é sobre escolhas e seguir em frente. Coisas acontecem o tempo todo e com todo mundo, e cada pessoa reage de uma forma. Ir embora, às vezes, é a melhor opção. Seguir em frente também.

 Nesse romance de Claire McDougall, vemos alguém que não consegue deixar o passado para trás e, quando tenta, não sabe se está fazendo o certo. Maggie precisa escolher um caminho, e isso será mais difícil do você imagina.

 Véu do Tempo é, sem dúvidas, uma leitura que vale a pena. Suas 367 páginas passam voando, o que faz com que você se apaixone por Fergus e sua Escócia.

Obrigada ao Grupo Editoral Pensamento pelo presente.

VEU_DO_TEMPO_1485949659650247SK1485949659BTítulo: Véu do Tempo

Autor: Claire R. McDougall

Editora: Jangada

Páginas: 367

Onde encontrar: Amazon | Saraiva

comments

Amante de Sherlock Holmes e viagem no tempo, de vez em quando grava uns vídeos para o youtube.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *